QUEM SOMOS E NOSSO COMPROMISSO

Fundada em 03/2001, com a missão de levar a mensagem do evangelho, aos 4 cantos deste país, é uma igreja fundamentada na Palavra de Deus, em busca de constante conhecimento da Palavra, unção do Espírito Santo, santidade e servir ao SENHOR com dedicação e compromisso.



quarta-feira, 18 de outubro de 2017

A ORAÇÃO DE PAULO NA PRISÃO


I-INTRODUÇÃO

II TIMÓTEO 4: 17 Mas o Senhor esteve ao meu lado e me fortaleceu, para que por mim fosse cumprida a pregação, e a ouvissem todos os gentios; e fiquei livre da boca do leão,
18 E o Senhor me livrará de toda má obra, e me levará salvo para o seu reino celestial; a quem seja glória para todo o sempre. Amém.

O texto que acabamos de ler nos leva até o momento que o apóstolo Paulo enfrentava seu julgamento e havia sido abandonado, por muitos de seus colaboradores, então ele escreve a Timóteo para pedir algumas coisas, tais com os livros e sua capa, e também para revelar que o momento que estava era um momento de luta espiritual.

Amados precisamos compreender que a luta espiritual, a batalha espiritual é algo real na vida de cada um de nós, e nos precisamos entender isso para reagir de forma apropriada, com as armas apropriadas, para podermos vencer.

Você percebe como Paulo conseguia identificar que suas lutas não eram politicas, sociais, eclesiásticas, mas eram lutas espirituais, veja que ELE diz a Timóteo que o SENHOR o livrara da boca do Leão.

Na Bíblia existem três citações que usam o leão como figura:

A primeira para falar do animal leão

ISAMUEL 17: 37 Disse mais Davi: O Senhor, que me livrou das garras do leão, e das garras do urso, me livrará da mão deste filisteu. Então disse Saul a Davi: Vai, e o Senhor seja contigo.

A segunda para se referir a Jesus, que é chamado do leão da tribo de Judá

APOCALIPSE 5:5-5 E disse-me um dentre os anciãos: Não chores; eis que o Leão da tribo de Judá, a raiz de Davi, venceu para abrir o livro e romper os sete selos.

A terceira para se referir ao inimigo do homem

I PEDRO 5:8-8 Sede sóbrios, vigiai. O vosso adversário, o Diabo, anda em derredor, rugindo como leão, e procurando a quem possa tragar;

Portanto ao se referir ao leão da qual o SENHOR o livrara Paulo não falava do animal, pois não havia tido contato com nenhum desses animais, e seus supostos delitos não tinham a cova dos leões como sentença, não estava claro falando de Jesus, mas estava falando de nosso inimigo o diabo.

Neste momento aprendemos algumas coisas importantes com esta Palavra.

II- NENHUM DE NÓS ESTÁ LIVRE DESTA LUTA

A gente percebe que Paulo era um homem de Deus, estudado na Palavra aos pés de um dos maiores professores de teologia de seu tempo, chamado Gamaliel, Paulo cita isso para dar credibilidade a sua formação teológica, como se vê em.

ATOS 22:3-3 Eu sou judeu, nascido em Tarso da Cilícia, mas criado nesta cidade, instruído aos pés de Gamaliel, conforme a precisão da lei de nossos pais, sendo zeloso para com Deus, assim como o sois todos vós no dia de hoje.

Gamaliel era neto de Hilel, um dos maiores rabinos judeus, a escola por ele dirigida interpretava a lei de modo mais liberal do que as outras duas escolas rabínicas de Jerusalém, ou seja, Paulo não tinha uma formação tão radical da lei, se diria que era uma formação bastante equilibrada para seu tempo. Gamaliel e Hilel eram tão conceituados que seus pensamentos eram acatados por todo povo.

ATOS 5: 33-34-  Ora, ouvindo eles isto, se enfureceram e queriam matá-los.

34 Mas, levantando-se no sinédrio certo fariseu chamado Gamaliel, doutor da lei, acatado por todo o povo, mandou que por um pouco saíssem aqueles homens;

Ou seja, mesmo diante de toda conhecimento teologico, de toda vida pratica com judeu praticante, de um ensino equilíbrado, Paulo declarou que estava sendo atacado por Satanás.

Satanás por sua vez não se importou de enfrentar alguém preparado intelectualmente e espiritualmente, mostrando que seus ataques vem sobre qualquer pessoa, de qualquer formação, de qualquer tamanho de maturidade cristã.

I PEDRO 5:8-8 Sede sóbrios, vigiai. O vosso adversário, o Diabo, anda em derredor, rugindo como leão, e procurando a quem possa tragar;

Veja que ele procura quem, não alguém especifico, com uma descrição atacou Paulo, Pedro que era mais rude em sua formação e tinha acabado de ter uma revelação sobre quem era o Cristo, ou seja, em plena comunhão com Deus

MATEUS 16: 23 Ele, porém, voltando-se, disse a Pedro: Para trás de mim, Satanás, que me serves de escândalo; porque não estás pensando nas coisas que são de Deus, mas sim nas que são dos homens.

Atacou Judas, um sujeito que estava com Jesus, trabalhava na obra, mas sem nenhum compromisso

JOÃO 13: 26 Respondeu Jesus: É aquele a quem eu der o pedaço de pão molhado. Tendo, pois, molhado um bocado de pão, deu-o a Judas, filho de Simão Iscariotes.
27 E, logo após o bocado, entrou nele Satanás. Disse-lhe, pois, Jesus: O que fazes, faze-o depressa.

Por isso a vida é vivida em meio a problemas, ataques, lutas, pois temos um inimigo que não descansa em busca de nos tirar da posição que nos encontramos e que ele perdeu.

III-  APRENDEMOS NESTA PASSAGEM QUE MUITAS SITUAÇÕES QUE NOS PARECEM NORMAIS, NATURAIS OU HUMANAS, TEM POR DETRÁS DELAS A AÇÃO DO INIMIGO

Irmãos precisamos entender que desenvolvemos nossa vida num ambiente de batalha espiritual, como vimos ele continua a andar ao derredor em busca de alguém a quem possa tragar.

Veja que a Palavra de Deus mostra sua constância em nos atacar

EFESIOS 6: 11 Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes permanecer firmes contra as ciladas do Diabo;

Fala de cilada no plural, são muitas, e o mais interessante é que sua principal arma é agir na vida das pessoas, aonde ninguém, acha imagina que ele esta ali.

Todo cristão consegue identificar as clássicas ações do inimigo: Pecados, Pornografia, Roubo, Fofoca, adultério etc., mas o diabo age hoje, na vida do cristão de modo que as pessoas não percebam que por tras daquelas ações está o agir espiritual do inimigo.

Paulo está nos falando disso da prisão ele cita :

a)    Paulo fala de alguém que deixou o seu ministério porque preferiu ir viver a vida

II TIMOTEO 4: 10 pois Demas me abandonou, tendo amado o mundo presente, e foi para Tessalônica

b)    Paulo fala de uma pessoa que lhe fez mal, principalmente resistindo contra a pregação de Paulo

II TIMÓTEO 4: 14 Alexandre, o latoeiro, me fez muito mal; o Senhor lhe retribuirá segundo as
c)    
   Paulo reclama de abandono na sua defesa em juízo, pessoas que não queriam se comprometer com a causa com medo de serem atacadas posteriormente

II TIMÓTEO  4: 16 Na minha primeira defesa ninguém me assistiu, antes todos me desampararam. Que isto não lhes seja imputado.

Veja que tudo isso citado podria parecer problema de caráter, de pessoas que não gostavam dele, que o queriam derrotar e portanto agiram dessa forma, mas Paulo imediatamente depois de apontar estes erros , declara  que por trás destas atitudes aparentemente normais e naturais, estava a ação espiritual.

II TIMOTEO 4: 17 Mas o Senhor esteve ao meu lado e me fortaleceu, para que por mim fosse cumprida a pregação, e a ouvissem todos os gentios; e fiquei livre da boca do leão, que como já vimos era o ataque de Satanás.

Irmãos por isso precisamos entender que as lutas que enfrentamos, que muitas vezes parecem normais e naturais em boa parte delas tem por trás a ação do inimigo é temos que lutar contra eles e não contra as pessoas a quem normalmente atribuímos as causas de nossas dores e frustrações.

Precisamos entender isso para lutar corretamente, veja que o próprio Pedro agiu certa vez direcionado pelo maligno.

MATEUS 16: 21-23 -  Desde então começou Jesus Cristo a mostrar aos seus discípulos que era necessário que ele fosse a Jerusalém, que padecesse muitas coisas dos anciãos, dos principais sacerdotes, e dos escribas, que fosse morto, e que ao terceiro dia ressuscitasse.
22 E Pedro, tomando-o à parte, começou a repreendê-lo, dizendo: Tenha Deus compaixão de ti, Senhor; isso de modo nenhum te acontecerá.
23 Ele, porém, voltando-se, disse a Pedro: Para trás de mim, Satanás, que me serves de escândalo; porque não estás pensando nas coisas que são de Deus, mas sim nas que são dos homens.

As vezes pessoas que reputamos serem sinceras, comprometidas com Deus , na realidade estão sobre domínio do inimigo

II CORINTIOS 11: 13-15 - Pois os tais são falsos apóstolos, obreiros fraudulentos, disfarçando-se em apóstolos de Cristo.

Até mesmo momentos em que parecem que estão agindo em nosso beneficio existe certa armadilha

ATOS 16:16-19-16 Ora, aconteceu que quando íamos ao lugar de oração, nos veio ao encontro uma jovem que tinha um espírito adivinhador, e que, adivinhando, dava grande lucro a seus senhores.
17 Ela, seguindo a Paulo e a nós, clamava, dizendo: São servos do Deus Altíssimo estes homens que vos anunciam um caminho de salvação.

O que havia de anormal com esta moça declarando isso?
Nada

Mas Paulo identificou um espirito maligno agindo através daquela vida, mas isto aconteceu depois de muitos dias dela repetir o seu ato de segui-lo

ATOS 16:18-19 E fazia isto por muitos dias. Mas Paulo, perturbado, voltou-se e disse ao espírito: Eu te ordeno em nome de Jesus Cristo que saias dela. E na mesma hora saiu.

Precisamos irmãos discernir de onde vem o mal, para não lutarmos de forma errada, gastando nossa força, nossa unção sem nenhum poder de solução e muito menos cair nos laços do inimigo

I CORINTIOS 9: 26 Pois eu assim corro, não como indeciso; assim combato, não como batendo no ar.

São vários laços colocados para nos tentar destruir: namoro, amigos, trabalho, ministério,  redes sociais, mas interpretações bíblicas, falsas religiões, algumas coisas boas, mas que o inimigo pode estar usando para nos tirar da comunhão com Deus.

IV- PAULO NOS ENSINA QUE NA CAMINHADA PRECISAMOS UNS DOS OUTROS

Irmãos a igreja é uma comunidade de irmãos somos uma família, que deve manter laços de amor, companheirismo, de solidariedade, a igreja não é apenas um lugar aonde a gente vem para aprender a Palavra de Deus, ficar fortes espiritualmente para viver a nossa vida, mas é um lugar de interação, onde entendemos a nossa importância uns para os outros.
Por isso a necessidade de comunhão de se conhecer, de sentir a falta, de ajudar uns aos outros.

A Palavra de Deus diz que esta é a igreja é um corpo

I CORINTIOS 12: 27 Ora, vós sois corpo de Cristo, e individualmente seus membros.

E cada um deve participar da vida dos outros em edificação

I CORINTIOS 12: 26 De maneira que, se um membro padece, todos os membros padecem com ele; e, se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele.

Paulo passava por um momento de muita dificuldade, se aproximando do tempo de sua morte, e a coisa que ELE mais desejava era ter as pessoas, os irmãos ao seu lado, veja que ele pede para Timóteo ir até ela com pressa.

II TIMOTEO 4: 9 - Procura vir ter comigo breve;

Um pouco mais a frente ele pede para que João Marcos, sobrinho de Barnabé e companheiro de viagens missionários fosse trazido também.

II TIMÓTEO 4:11- 11 só Lucas está comigo. Toma a Marcos e traze-o contigo, porque me é muito útil para o ministério.

Irmãos somos importantes instrumentos de Deus na vida de nossos irmãos, nosso carinho, nosso amor, nossa unção podem ser as manifestações que irão fortalecer as pessoas ao nosso redor, a resposta para o momento, a força para levantar a pessoa daquela situação, portanto não se isole, se envolva em comunhão com as pessoas, se Paulo o homem de tantas experiências espirituais com Deus, precisava de pessoas ao seu lado, imagine o quanto nos precisamos uns dos outros.

O inimigo sabe disso e coloca empecilhos para não nos aproximarmos uns dos outros: pressa, compromisso, sentimento que não fazemos diferença, entenda que você é o vaso que Deus vai usar para atender a necessidade de seu irmão, quando entendemos isso nada vai nos impedir de nos envolver rapidamente.

V- EM TODO TEMPO IDENTIFIQUE CORRETAMENTE SUAS NECESSIDADES E O CAMINHO CORRETO PARA SUPRI-LAS

Tem pessoas que ao enfrentarem  as suas lutas não fazem diferença, não discernem corretamente o que enfrentam e o que precisam fazer, existem causas e necessidades espirituais e existem causas e necessidades humanas, naturais, acham que tudo tem que ser espiritual.

Não pedem ajuda, esperam que o Espirito Santo revele sua situação as pessoas, a gente vê que Paulo escreveu pedindo a vinda das pessoas, pois se sentia sozinho;

Não usam meios naturais quando isso é indicado, esperando tudo de forma espiritual, não agem, Paulo tinha frio, pediu que trouxessem sua capa, não orou a Deus pedindo para lhe tirar o frio.

Na hora que percebia que era espiritual, entregou seu problema na área espiritual, quando falou de  Alexandre o latoeiro

II TIMOTEO 4: 14 Alexandre, o latoeiro, me fez muito mal; o Senhor lhe retribuirá segundo as suas obras.

Tirar o crente do foco da realidade das coisas é uma armadilha de Satanás, não caia nessa, quantos sofrem porque ficam esperando Deus agir, quando somos nos que temos que agir.

Quantos sofrem porque agem e não esperam Deus agir,

Cuidado discirna SEMPRE A REALIDADE

CONCLUSÃO

Aprendemos aqui hoje com a prisão de Paulo e suas ações neste momento tão difícil que:
Todos nos enfrentamos uma batalha espiritual, não importa nosso grau de instrução de espiritualidade, o inimigo procura nos tragar, para nos separar da benção de Deus que ele perdeu.

Entenda que muitas situações que parecem naturais, por detrás delas existe uma ação espiritual maligna, discirna bem a causa, para usar melhor as armas de vitória.

Aprenda que na caminhada cristã precisamos uns dos outros

Entenda sempre a realidade do que você passa e ajam de acordo com esta realidade, atitudes espirituais para realidade espiritual, e atitudes naturais para realidades naturais.




Nenhum comentário:

Postar um comentário