QUEM SOMOS E NOSSO COMPROMISSO

Fundada em 03/2001, com a missão de levar a mensagem do evangelho, aos 4 cantos deste país, é uma igreja fundamentada na Palavra de Deus, em busca de constante conhecimento da Palavra, unção do Espírito Santo, santidade e servir ao SENHOR com dedicação e compromisso.



quarta-feira, 5 de agosto de 2015

As vezes a vida não é fácil, mas temos que seguir com fé


Neste texto gostaria de falar sobre José, marido de Maria, sua vida e suas atitudes principalmente no período da concepção até o nascimento de Jesus, pois suas atitudes nos revelam lições maravilhosas de persistência,  amor, superação e obediência.

Se você analisar a vida de José,  você vai perceber que neste período da concepção a crucificação de Jesus, foi uma vida de constantes surpresas.

José conhece sua futura esposa, num pequeno povoado,  se apaixona profundamente e começa a traçar planos para formar sua família,  como qualquer ser humano normal.
Na sua mente deveria estar casamento os filhos,  uma vida de trabalho e de sossego no lar, junto de seus amados.  

Mas o que lemos nas escrituras é que acontece exatamente o contrário daquilo que José planejava.

Sua vida se transforma em um constante fonte de, perigo, de constrangimento e de preconceitos contra ele e sua família.

Pouco antes de se casar com Maria, José sem te-la conhecido (sexualmente falando), é informado que ela estava grávida,  numa concepção sobrenatural do Espírito Santo,  e o seu primeiro pensamento normal como seria a cada um  de nós,  e que ela o havia traído. 

Mais adiante recebe a mensagem de um  anjo, que lhe explica o que estava acontecendo.

Você já imaginou como um simples carpinteiro,  um sujeito de vida simples, estaria lidando com estas  situações: a gravidez de sua noiva e o aparecimento de um anjo?.

Depois de 9 meses nasce o filho anunciado e quando parece que tudo entraria na rotina normal da vida,  mais problemas surgem.

O filho não poderia nascer na sua própria casa, com auxílio de parteiras, pois saiu a ordem para que o povo fizesse um recenseamento, cada qual em sua cidade.

José então parte para sua cidade com Maria,  grávida,  as portas para ter um bebê,  e quando chegam a cidade (Belém), Maria entra em trabalho de parto,  e não havia lugar de hospedagem para eles, pois todas estalagens estavam cheias, resultado foi alojado em uma estrebaria,  aonde ele mesmo teve que fazer o parto de seu filho.

Não houve comemoração,  pelo nascimento do primogênito,  como era comum das famílias orientais, pois estavam sozinhos na cidade.

Tudo isso poderia fazer um homem normal se cansar da situação,  de desistir de prosseguir nesta importante tarefa,  mas José prosseguiu, sabe por que?

A resposta está em Mateus 1:19-" Então José como era um homem justo".

Justo naquele tempo era um vida do fiel a lei, não um legalista,  veja que ao saber que Maria estava grávida,  Ele não quis infama-la,  um legalista com certeza levaria isto a público,  José não pois era um homem fiel a lei, no sentido de fiel a Palavra de Deus,  isto pode ser notado quando foi avisado pelo Senhor do que iria acontecer, aceitou e assumiu seu papel sem questionar,  foi isto que deu força para José seguir em frente,  mesmo com tantas adversidades.

José era fiel a Palavra, temente a Deus,  e assumia seu papel no reino de Deus sem questionar, isto que lhe dava forças,  para continuar.

Eu e você temos que fazer a mesma coisa, ser fiel a Palavra de Deus e assumir nosso papel no plano de Deus,  e o restante será suprido pelo Senhor.

Um dia de bênçãos

Nenhum comentário:

Postar um comentário