QUEM SOMOS E NOSSO COMPROMISSO

Somos uma igreja evangélica, pentecostal, fundamentada na Palavra de DEUS, da qual não abrimos mão de sua importância para o crescimento da igreja e das pessoas.



domingo, 23 de agosto de 2015

Não julgue antes de conhecer a totalidade da situação e se possível as intenções de cada pessoa


Prática comum em nossos dias a falta de paciência, faz com que a gente queira que  tudo aconteca rápido e quando algo ou alguém impede está rapidez em nossas vidas, ficamos bravos, irritados.

Isso faz com que normalmente cometamos injustiças, nos  julgamentos.

Veja que as escrituras nos ensinam em João 7:24:

" para não julgarmos segundo a aparência".

Na maioria das vezes o que enxergamos ou pensamos que enxergamos,  não reflete a realidade das coisas.

Quero ilustrar essa verdade com uma estória.

Numa época em que o sorvete custava muito barato, um menino de 10 anos entrou na lanchonete de um hotel e sentou em um mesa.

Neste momento chegou a garçonete e o menino perguntou:

"Por favor quanto custa um Sundae? "

A garçonete respondeu $0,50 (cinquenta centavos).

O menino puxou as moedas do bolso e começou a conta-las e tornou a perguntar:

"Quanto custa o sorvete simples?".

A esta altura mais pessoas estavam esperando nas outras mesas, para serem atendidas, e a garçonete já estava perdendo a paciência com o menino.

Mas a garçonete respondeu:"$0,35 ( 35 centavos), mais uma vez o menino contou as moedas e disse:

"Vou querer o sorvete simples".

A garçonete trouxe o sorvete simples, a conta e saiu para atender as outras mesas.
O menino acabou o sorvete,  pegou a conta e pagou no caixa.

Quando a garçonete chegou a mesa que o garoto tomou o sorvete, a medida que, limpava a mesa, Ela chorava, porque ao lado da taça de sorvete, tinha $0,15 (15 centavos em moeda) de gorjeta.

O menino não queria tomar um sorvete, em que ele não pudesse abencoar a garçonete com  uma gorjeta,  por isso demorou bastante na sua escolha, o que deixou os demais clientes e a garçonete irritados,  foi um lindo gesto de respeito e reconhecimento ao trabalho da garçonete.

Não julgue sem conhecer os fatos todos, não julgue sem conhecer a motivação do que foi feito, muitas vezes aquilo que nos irrita se transforma numa  tremenda benção para nós

Nenhum comentário:

Postar um comentário