QUEM SOMOS E NOSSO COMPROMISSO

Somos uma igreja evangélica, pentecostal, fundamentada na Palavra de DEUS, da qual não abrimos mão de sua importância para o crescimento da igreja e das pessoas.



quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Lições da oração de Jesus na cruz!



I-INTRODUÇÂO

LUCAS 23: 33 Quando chegaram ao lugar chamado Caveira, ali o crucificaram, a ele e também aos malfeitores, um à direita e outro à esquerda.

34 Jesus, porém, dizia: Pai, perdoa-lhes; porque não sabem o que fazem. Então repartiram as vestes dele, deitando sortes sobre elas.

35 E o povo estava ali a olhar. E as próprias autoridades zombavam dele, dizendo: Aos outros salvou; salve-se a si mesmo, se é o Cristo, o escolhido de Deus.

36 Os soldados também o escarneciam, chegando-se a ele, oferecendo-lhe vinagre,

37 e dizendo: Se tu és o rei dos judeus, salva-te a ti mesmo.

38 Por cima dele estava esta inscrição [em letras gregas, romanas e hebraicas:] ESTE É O REI DOS JUDEUS.

39 Então um dos malfeitores que estavam pendurados, blasfemava dele, dizendo: Não és tu o Cristo? salva-te a ti mesmo e a nós.

40 Respondendo, porém, o outro, repreendia-o, dizendo: Nem ao menos temes a Deus, estando na mesma condenação?

41 E nós, na verdade, com justiça; porque recebemos o que os nossos feitos merecem; mas este nenhum mal fez.

42 Então disse: Jesus, lembra-te de mim, quando entrares no teu reino.

43 Respondeu-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso.

Estamos nestes textos revivendo o momento da crucificação de Jesus, que apesar de um momento de muita humilhação e dor, quando as forças do homem estavam nos seus momentos maias fracos, Jesus ainda consegue nos deixar uma grande lição.

Na cruz no meio a fraqueza e a dor de seu corpo totalmente ferido, Jesus ora a Deus, uma oração simples em suas Palavras, mas profunda em seu conteúdo e é sobre isso que eu queria meditar com você nesta noite.

II- CRENTE QUE NÃO ORA COTIDIANAMENTE NÃO TEM COMO CUMPRIR OS PROPÓSITOS DE DEUS EM SUA VIDA, MUITO MENOS VIVER VITOIOSAMENTE

Se você visitar as igrejas modernas, muitas delas dividem suas formas de culto em dias: libertação, prosperidade, estudos, oração, etc. Normalmente aquele que tem o menor número e pessoas é o de estudo e de oração, as pessoas não entendem ainda a importância da oração.

O nosso grande exemplo em tudo foi Jesus, sem pecado, sem deixar de cumprir o plano de Deus para sua vida, enfrentando os momentos difíceis de confronto com sabedoria e isto tem uma explicação, Jesus sempre deu um valor imenso a oração;

Jesus começa seu ministério público aos 30 anos, se batizando e imediatamente depois passando 40 dias e 40 noites em jejum e oração para depois iniciar seu trabalho.

MATEUS 3: 16-17,4:1- Batizado que foi Jesus, saiu logo da água; e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito Santo de Deus descendo como uma pomba e vindo sobre ele;

17 e eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo.

Meu irmãos se cada um de nós deseja experimentar tudo aquilo que o SENHOR e sua Palavra nos prometem, não podemos deixar de lado a nossa maior arma, que é a oração.

MATEUS 4:1-1 Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo Diabo.

2 E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome.

Jesus termina seu ministério terreno, com uma oração na cruz

Lucas 23:33-34-33 Quando chegaram ao lugar chamado Caveira, ali o crucificaram, a ele e também aos malfeitores, um à direita e outro à esquerda.

34 Jesus, porém, dizia: Pai, perdoa-lhes; porque não sabem o que fazem. Então repartiram as vestes dele, deitando sortes sobre elas.

Irmãos Se oração não fosse importante, da mesma forma que o jejum, você acha que o Espirito Santo insistiria que Jesus fosse para o deserto por um período de 40 dias e 40 noites?

É tão importante que o SENHOR as compara como incenso que chega a seu trono

APOCALIPSE 8: 4 E da mão do anjo subiu diante de Deus a fumaça do incenso com as orações dos santos. 4 E da mão do anjo subiu diante de Deus a fumaça do incenso com as orações dos santos.

Irmãos não são apenas os incrédulos eu estão vivendo muito aquém daquilo que Deus promete em sua Palavra, mas também muitos cristãos estão neste patamar de vida, pois não tem despertado para os tempos difíceis que vem pela frente e a necessidade de enfrenta-los na oração, veja que essa foi a repreensão de Jesus a seus discípulos, quando diante de uma grave situação que se aproximava eles estavam dormindo.

MATEUS 26: 38-40- Então lhes disse: A minha alma está triste até a morte; ficai aqui e vigiai comigo.

39 E adiantando-se um pouco, prostrou-se com o rosto em terra e orou, dizendo: Meu Pai, se é possível, passa de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres.

40 Voltando para os discípulos, achou-os dormindo; e disse a Pedro: Assim nem uma hora pudestes vigiar comigo?

Veja que não é qualquer oração, qualquer tempo, mas um tempo significativo na presença de Deus, tanto que aqui Jesus fala, que nem uma hora puderam estar em oração.
Vai chegar uma hora que a falta de oração, que é um princípio de Deus para a comunhão e ação DELE em nossa vida, vai pesar, pois e para que a sua manifestação aconteça, terá que haver uma contrapartida espiritual que é a vida de oração, até aqui pela misericórdia de Deus, Deus tem agido, mesmo diante de nossa pouca contrapartida.

Um exemplo disso é Sansão, que mesmo negligenciando os princípios espirituais teve força por algum tempo, mas depois de um tempo perdeu-a e foi derrotado pelos inimigos.

Passou da hora da igreja dar importância NÃO DE UMA ORAÇÃO, MAS DE UMA VIDA DE ORAÇÃO oração, individual, congregacional, intercessora, enfim todo tipo de oração e de jejum, pra poder ver manifesto em nossas vidas o poder de Deus.

III- JESUS NA SUA VIDA DE ORAÇÃO NOS MOSTRA QUE SÓ COM A DEPENDENCIA DE DEUS A GENTE CONSEGUE ENFRENTAR AS DIFICULDADES DA VIDA

Jesus neste momento está deixando a casa de seu pai e sua mãe terrenos, Jose e Maria, deixando o trabalho na carpintaria e vai para o mundo, cumprir o seu papel,
Jesus estará no meio de um povo com suas complicações emocionais, suas ambições, suas personalidades muitas vezes doente, suas enfermidades, problemas e maldades e muito mais, como se vê nos evangelhos.

Jesus era perseguido, sofria escárnios, ameaças de prisão e morte, por pregar o amor e a fé na Palavra de Deus.

JOÃO 11:53-53 Desde aquele dia, pois, tomavam conselho para o matarem.

MATEUS 27: 29 e tecendo uma coroa de espinhos, puseram-lha na cabeça, e na mão direita uma cana, e ajoelhando-se diante dele, o escarneciam, dizendo: Salve, rei dos judeus!

A obra que ele teria que realizar também acarretariam dificuldades pessoais para a sua vida;

Não teria tempo de alimentar-se de tanto trabalho

MARCOS 6:31-31 Ao que ele lhes disse: Vinde vós, à parte, para um lugar deserto, e descansai um pouco. Porque eram muitos os que vinham e iam, e não tinham tempo nem para comer.

Muitas vezes nem mesmo lugar e tempo para descansar teria

MATEUS 8:20-20 Respondeu-lhe Jesus: As raposas têm covis, e as aves do céu têm ninhos; mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça.

Com tudo isso que Jesus teria que enfrentar na sua própria força seria impossível, Jesus sabia disso e por isso orava e buscava depender da força que vem do pai e não na sua própria força.

Irmãos nos como servos de Deus, vivendo num mundo mal, precisamos entender que como servos de Deus que vivem debaixo dos seus ensinamentos, serão injuriados, maltratados, esse tipo de perseguição vai ocorrer em sua casa, no seu trabalho, não se surpreenda com isso, pois foi assim como Jesus, porém busque em Deus a força para superar com sabedoria e fé a estas provações.

Uma das coisas que nos torna dependentes de Deus é a oração, quem ora depende de Deus, sabe que DELE vira força para superar aquele momento, o exemplo disso é na cruz, com todo aquele sofrimento, Jesus orou a Deus.

Irmãos pode ser que ninguém te ouça, queira te atender, mas seja em que situação você esteja, Jesus está te ouvindo.

I PEDRO 3: 12 Porque os olhos do Senhor estão sobre os justos, e os seus ouvidos atento à sua súplica; mas o rosto do Senhor é contra os que fazem o mal.


Salmos 34: 6,15- Clamou este pobre, e o Senhor o ouviu, e o livrou de todas as suas angústias.
15 Os olhos do Senhor estão sobre os justos, e os seus ouvidos atentos ao seu clamor.
IV- UMA VIDA DE ORAÇÃO NOS TORNA CONSCIENTE DE NOSSO PAPEL
Irmãos na vida d fé nós temos que entender que o momento da provação vai chegar, para que a gente possa enxergar o nível de fé e obediência a Palavra de Deus que temos vivido.

Chegou na vida de Jesus, Jesus veio ao mundo para pregar a Palavra de Deus e para ser o sacrifício aceitável para nos redimir da maldição do pecado.

ATOS 3: 18 Mas Deus assim cumpriu o que já dantes pela boca de todos os seus profetas havia anunciado que o seu Cristo havia de padecer.

Quando Jesus passou por todos os momentos de prisão, de tortura, Jesus sabia que era esse o seu papel e se portou com coerência, portou durante seu julgamento ficou calado.

MATEUS 27:12-14-12 Mas ao ser acusado pelos principais sacerdotes e pelos anciãos, nada respondeu.

13 Perguntou-lhe então Pilatos: Não ouves quantas coisas testificam contra ti?

14 E Jesus não lhe respondeu a uma pergunta sequer; de modo que o governador muito se admirava.

Na cruz quando orou, poderia ter clamado para que o SENHOR o livrasse daquela dor e humilhação, mas não, Jesus sabia que essa era sua missão e ao orar não orou por ELE e sim pelos outros, ou seja uma vida de oração faz com que Jesus viva o que pregava, o que ensinou.

Irmão eu e você precisamos ser conscientes de nosso papel, daquilo que pregamos e ter uma vida desta maneira.

Pregamos o amor de Deus temos que amar as pessoas, não apenas aquelas que são agradáveis a nós, mas a todas, como Jesus amou.

Pregamos o perdão, mas não conseguimos perdoar as pessoas, Jesus no meio do sofrimento perdoou

Lucas 23:34 Jesus, porém, dizia: Pai, perdoa-lhes; porque não sabem o que fazem. Então repartiram as vestes dele, deitando sortes sobre elas.

Sabemos que enfrentaríamos oposição, mas quando a enfrentamos, desanimamos, abandonamos a fé.

Sabe o que tá faltando, uma vida de oração mais profunda

V- UMA VIDA DE ORAÇÃO NOS TORNA CONFIANTES QUE AS COISAS VÃO MUDAR

Jesus estava na cruz a beira da morte, olhava ao seu redor e via as pessoas em boa parte zombando DELE,

Mas mesmo assim pela fé, Jesus cria que todas aquelas pessoas que estavam ali, poderiam ser transformadas pelo poder de Deus e pela Palavra de Deus

LUCAS 23: 35-39- E o povo estava ali a olhar. E as próprias autoridades zombavam dele, dizendo: Aos outros salvou; salve-se a si mesmo, se é o Cristo, o escolhido de Deus.

36 Os soldados também o escarneciam, chegando-se a ele, oferecendo-lhe vinagre,

37 e dizendo: Se tu és o rei dos judeus, salva-te a ti mesmo.

38 Por cima dele estava esta inscrição [em letras gregas, romanas e hebraicas:] ESTE É O REI DOS JUDEUS.

39 Então um dos malfeitores que estavam pendurados, blasfemava dele, dizendo: Não és tu o Cristo? salva-te a ti mesmo e a nós.

Veja que era a pregação com o pior público que um pregador poderia encontrar, um pregador que teria tudo para olhar para as circunstância e desanimar, mas Jesus era um homem de fé, de oração e sabia, que a oração de fé gera efeitos, e orou por ELES, e veja o que aconteceu.

Um incrédulo, um bandido, gente de caráter duvidoso, se converte imediatamente após a oração,

LUCAS 23: 39 Então um dos malfeitores que estavam pendurados, blasfemava dele, dizendo: Não és tu o Cristo? salva-te a ti mesmo e a nós.

40 Respondendo, porém, o outro, repreendia-o, dizendo: Nem ao menos temes a Deus, estando na mesma condenação?

41 E nós, na verdade, com justiça; porque recebemos o que os nossos feitos merecem; mas este nenhum mal fez.

42 Então disse: Jesus, lembra-te de mim, quando entrares no teu reino.

43 Respondeu-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso.

Logo em seguida a sua morte, um centurião, alguém que estava envolvido no processo de crucificação de Jesus é tocado e reconhece a Jesus como SENHOR

LUCAS 23: 47 Quando o centurião viu o que acontecera, deu glória a Deus, dizendo: Na verdade, este homem era justo.
Mais que isso toda a multidão que observava o espetáculo, foram tocadas por Deus, a ponto de voltarem as suas casas de uma maneira que se lamentavam, pois entendiam que algo mal e injusto aconteceu.

LUCAS 23:48-48 E todas as multidões que presenciaram este espetáculo, vendo o que havia acontecido, voltaram batendo no peito.

Percebendo O HORRO que tinham concordado em participar, o mal que tinham causado, as Palavras de Jesus, e voltaram para casa desolados.

Quarenta dias após a morte de Jesus, muitos dessas multidões estavam aceitando a Jesus como SENHOR de suas vidas, na pregação de Pedro no dia de pentecostes.

Assim como Jesus atendeu a oração de Jesus ELE irá atender a sua também, então apenas continue glorificando a Deus e louvando pelo que ELE está fazendo, mesmo que na hora as circunstâncias estejam todas contra você.

CONCLUSÃO

Irmãos se você já tem uma vida de oração, veja bem não estou perguntando se você faz orações, mas se você tem uma vida de oração, naõ pare nunca, se não tem inicie, pois só dessa forma teremos força e sabedoria para enfrentar as dificuldades do dia-a-dia e agradar a Deus.

A oração tem deixa com a certeza que udo vai mudar no poder de Deus, mesmo que as circunstância digam o contrário;


A oração te mantem fiel e corente a vida que você prega, sendo um grande exemplo as pessoas a teu redor

Nenhum comentário:

Postar um comentário